InícioRPG TibiaRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Crônicas da noite

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
Wk~
Paga-pau do Titio Xela
Paga-pau do Titio Xela
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Wk~
Vocação: God.

MensagemAssunto: Crônicas da noite   Dom Dez 25, 2011 8:38 pm

Crônicas da Noite
Felipe Witt.
Livro 01 - Dominic FantLeroy.
Prólogo
Capítulo 01 - Eu.
Capítulo 02 - Oi, Lar. Tchau, Lar.


Última edição por Wk~ em Sex Fev 03, 2012 10:08 pm, editado 4 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wk~
Paga-pau do Titio Xela
Paga-pau do Titio Xela
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Wk~
Vocação: God.

MensagemAssunto: Re: Crônicas da noite   Dom Dez 25, 2011 8:39 pm

Exercitar um pouco o cérebro. Não sejam cruéis, a ferrugem pegou pesado.
_______________________________________________________________________________________________

Livro 01 – Dominic FantLeroy
Prólogo

A sala até que é bonita. A iluminação do local é feita pelo lustre dourado sobre suas cabeças, umas quinze ou vinte lâmpadas incandescentes irradiam sua claridade amarela pelas paredes pastel e estátuas brancas nos cantos da sala. O piso é de um mármore muito branco e lustroso, colocado ali para ecoar o ruído dos sapatos ainda mais lustrosos e refletir as formas dos objetos e do lustre igualmente lustroso.

Em formato retangular, a sala possui uma mesa de madeira escura para umas doze cadeiras, estas de encosto alto e estofadas com um tecido da mesma cor das paredes. Além disso, só há alguns papéis, uma bandeja com um bule prateado e algumas xícaras com um líquido acobreado – tudo muito lustroso, exceto pelos papéis.

Na parede contrária à porta há uma janela de uns seis por oito com vista para o jardim de gramíneas verde-escuras e mais outros tipos de mato. Até do lado fora tudo era muito...

Lá dentro há quatro homens. Uma sala tão grande para quatro homens. É... Homens e seus ataques de grandeza. Eu quero estar lá dentro, mas não fui convidado. O que me acalma é que lá tem umas doze cadeiras, então não fui o único dispensado nesta noite.

Mas eu sou muito, muito mais persistente que os outros. Janela ou porta? Posso saltar pela janela, rolar no chão e me apresentar enquanto os cacos de vidro pelo ar compõem os efeitos da entrada. Ou posso entrar pela porta, o que é muito mais difícil, já que terei de passar por um monte de câmeras, guardas, corredores, uma xícara de chá e outros imprevistos... Hm... Decisão difícil... Já que eu estou na frente da porta, a janela fica para outra oportunidade.

Entrei.

- Oi, meninos.

Tiro, tiro, tiro, cápsula de bala tocando no chão, tiro.
Vidro estilhaçando. Sabia...


Última edição por Wk~ em Seg Dez 26, 2011 9:09 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Irgulino
CONTRIBUINTE - Senhor das Almas
CONTRIBUINTE - Senhor das Almas
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Irgul
Vocação: Maluco Beleza

MensagemAssunto: Re: Crônicas da noite   Dom Dez 25, 2011 8:59 pm

Parece com aqueles filmes norte americano.. Enfim, eu gostei da narração.
Ela foi detalhada, "trabalhada" e não foi cansativa. É da maneira que eu gosto.

Não faz meu tipo, mas a leitura não me incomodou.

"É... Homens e seus ataques de grandeza." Haha!

Por que ele queria está lá dentro? Por que ele não está? E por que dessa entrada assim... Qual a ligação?

Fiquei curioso...

Vou continuar lendo, isso se você continuar postando.


Última edição por Irgulino em Dom Dez 25, 2011 9:01 pm, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Y2J
Mais de 3000?! Sem ss é fake!
Mais de 3000?! Sem ss é fake!
avatar


Ficha da Personagem
Personagem:
Vocação:

MensagemAssunto: Re: Crônicas da noite   Dom Dez 25, 2011 8:59 pm

"- Oi, meninos.

Tiro, tiro, tiro, cápsula de bala tocando no chão, tiro.
Vidro estilhaçando. Sabia..."

Very Happy
ótimo mesmo, sério.
Gostei do modo que escreve. Li de humor a suspense..
Fiquei com vontade de ler mais.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Not The Facepalm
Pessoa Normal
Pessoa Normal
avatar


Ficha da Personagem
Personagem:
Vocação:

MensagemAssunto: Re: Crônicas da noite   Dom Dez 25, 2011 9:04 pm

Diria que foi um textículo bastante lustroso. Já fui fã de prólogos que contavam as coisas sem explicar nada, atualmente não sou mais, por isso me irritou um pouco acabar tudo assim tão de repente e sem ligação com nada.

A única parte que não gostei foi...

Citação :
umas quinze ou vinte lâmpadas incandescentes irradiam sua claridade amarela pelas paredes pastel e estátuas brancas nos cantos delas.
Eu entendi o que você quis dizer, mas acho que não ficou muito bom. Estátuas nos cantos das paredes? Acho que ficaria melhor nos cantos da sala.

Esperarei por mais, desde que traga mais.
Voltar ao Topo Ir em baixo
liqnkr
Nobre
Nobre
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Rick Bonecrusher
Vocação: Ferreiro

MensagemAssunto: Re: Crônicas da noite   Seg Dez 26, 2011 3:45 am

Eu gostei.
É um texto curioso e divertido.
Apesar de eu não gostar de textos muito detalhados, esse foi detalhado mas não cansativo.
Espero que tenha uma continuação.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Yuri
Mais de 3000?! Sem ss é fake!
Mais de 3000?! Sem ss é fake!
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Benjamin Fenwick
Vocação: Batedor

MensagemAssunto: Re: Crônicas da noite   Seg Dez 26, 2011 7:24 am

gostei xD
fiquei bem curioso com um 'desfecho'
Voltar ao Topo Ir em baixo
Draconian
CONTRIBUINTE - Tarado da CAM
CONTRIBUINTE - Tarado da CAM
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Draco Zephayn
Vocação: O Druida Frustrado.

MensagemAssunto: Re: Crônicas da noite   Seg Dez 26, 2011 2:56 pm

Textinho pequeno, porém muito divertido de se ler.

Essa maneira como consegue descrever sem o local de maneira que consigamos imaginar todo o ambiente sem nos cansarmos é digna de mestre. O texto mostra bem isso.

Deixou muitas perguntas no ar e espero que volte aqui para respondê-las. Estou atento a novos capítulos.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Growl~
Mais de 3000?! Sem ss é fake!
Mais de 3000?! Sem ss é fake!



Ficha da Personagem
Personagem:
Vocação:

MensagemAssunto: Re: Crônicas da noite   Seg Dez 26, 2011 7:18 pm

O lance das descrições é digno de nota, mas acho que esses detalhes são dispensáveis, tipo, podia deixar o ambiente mais em função da imaginação do leitor... eu acho chato ter que passar dois parágrafos só construindo o ambiente, sem acontecer nada.

Isso é, caso você esteja pedindo alguma crítica néh...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Arkrotep
Esse cara deve floodar, só pode!
Esse cara deve floodar, só pode!
avatar


Ficha da Personagem
Personagem:
Vocação:

MensagemAssunto: Re: Crônicas da noite   Seg Dez 26, 2011 7:27 pm

Haha, gostei disso ae. Boa champz.

Vai fazer mais?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Samuel
Administrador - Run! Run! Run!
Administrador - Run! Run! Run!
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Todos.
Vocação:

MensagemAssunto: Re: Crônicas da noite   Seg Dez 26, 2011 7:51 pm

Não gostei, muito texto pra pouca ação.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Old Thear
Pessoa Normal
Pessoa Normal
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Thear Aldrefia
Vocação: De Volta Da Terra dos Mortos

MensagemAssunto: Re: Crônicas da noite   Seg Dez 26, 2011 8:00 pm

Gostei do jeito que tá.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wk~
Paga-pau do Titio Xela
Paga-pau do Titio Xela
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Wk~
Vocação: God.

MensagemAssunto: Re: Crônicas da noite   Seg Dez 26, 2011 9:07 pm

Obrigado pelos comentários, me ajudam bastante, mas vou justificar algumas coisas.

O prólogo é, claramente, um vórtice em meio a toda história. O local não é importante e o acontecimento é um pouco mais importante que o local... A idéia é que, com um narrador em primeira pessoa, são transportados à narrativa os aspectos da personalidade da protagonista, ao invés da habitual formalidade daquele que vos escreve.

Como o próprio título deste primeiro tomo esclarece, esta é a história dele e, portanto, achei que nada poderia ser melhor do que uma boa dose de Dominic no leitor. Ouvir dele mesmo a forma como encara as coisas, e assim continuará, até que o leitor tenha claro quem estão assistindo.

Enfim, acredito que o fruto mais importante deste prólogo não são os detalhes ou a fluidez, mas a percepção de quem é esta personagem. O que é bom notar, pois estarão com ela durante muitos capítulos.

Concordo com o Samuel, pouca ação. Duas linhas, mas... muito texto?

Mais uma vez, fico satisfeito com os comentários, pois nota-se alguém na platéia. Defendam suas idéias e defenderei as minhas, pois acredito que poderemos chegar a uma obra muito melhor juntos.
________________________________________________________________________________________

Livro 01 – Dominic FantLeroy
Capítulo 01 – Eu.

Nosso mundo vive mais uma guerra. São três lados lutando pela sobrevivência, soberania e um punhado de coisas que ninguém mais se lembra. Inicialmente havia apenas vampiros e licantropos em uma guerra ininterrupta devido ao fato de ambos se acharem caçadores e quererem submeter à outra o título de presa.

Com a invenção das armas, bombas, internet e canecas para canhotos os ataques se tornaram mais eficazes, pulverizando alguns grupos em questão de segundos. Este acontecimento deu início a um arrebatamento em massa e a criatura mais suscetível eram os humanos... E muitos simplesmente sumiram...

Por sua lógica, estavam sozinhos no universo, então não podia ser abdução – e na maioria dos casos não era, só um ou outro caso em que o cara levantava o polegar na hora errada, mas nas galáxias isso é chamado de carona – e também não podia ser seqüestro, pois não havia como esconder tanta gente.

Isso e a displicência na busca pelas melhores carnes. Enfim, eles entraram no fogo cruzado para se defender, e estão massacrados. Só existem com o objetivo de aumentar instantaneamente a população ativa de vampiros e licantropos e também para fazer suas entradas super discretas com sirenes, helicópteros e alguém gritando “Parado! É a polícia!”, seguido de total desrespeito.

Liderando o ranking, estão os cachorros, que são extremamente brutais, fortes e instintivos em sua forma mais peluda, mas muito inteligentes enquanto estão de terno e são capazes de abotoar as próprias camisas. Sua aparência permite uma contínua socialização com os humanos e a posse de cargos importantes, eles dominam, portanto, os mercados, portos - e pet shops -, dificultando nossas ações.

Entre o lado mais fraco e o lado mais forte estamos nós, majestosos vampiros. Nós somos extremamente brutais, fortes e instintivos todo o tempo, mas somos os asiáticos do submundo, todos são capazes de identificar um quando vêem.

Enfim, temos de nos esconder sempre. E eu gosto disso.

E é devido a este panorama que eu existo. Meu nome é Dominic, sou chamado de Dom ou Caçador. Minha função não é lutar ao lado dos exércitos, é evitar que eles se formem. Ultrapasso as linhas inimigas e elimino figuras específicas neste tabuleiro, o que é bem mais empolgante que esperar por uma invasão e no segundo seguinte fazer parte de um cogumelo atômico.

Sou jovem, é verdade. Vampiro a apenas quarenta e tantos anos, ainda estou na fase em que ser espancado, baleado e torturado é emocionante, desde que eu seja capaz de mudar o cenário e acabar a noite espancando, baleando e torturando alguém – Óbvio.

- Ah... Nosso lar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
liqnkr
Nobre
Nobre
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Rick Bonecrusher
Vocação: Ferreiro

MensagemAssunto: Re: Crônicas da noite   Ter Dez 27, 2011 3:50 am

Wk~ você se inspira no World of Darkness da White Wolf? Pois me sinti dentro da Camarilla.
A história segue interessante, estou gostando muito - já estava de saco cheio de vampiros que brilham no sol - espero que Dom não se foda muito. Ele aparenta ser um cara muito bacana e ele tem senso de humor, pode ser negro, mas tem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Yuri
Mais de 3000?! Sem ss é fake!
Mais de 3000?! Sem ss é fake!
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Benjamin Fenwick
Vocação: Batedor

MensagemAssunto: Re: Crônicas da noite   Ter Dez 27, 2011 8:53 am

Que foda mano *--*
to curtindo de mais
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tails
Membro
Membro



Ficha da Personagem
Personagem: Minotaur Tuckz
Vocação: Bêbado Profissional

MensagemAssunto: Re: Crônicas da noite   Qua Dez 28, 2011 4:10 am

Só pra corrigir "Vampiro a Quarenta anos" como se refere a tempo, você usa "Há" ao invés de "a"

Enfim, cara... eu gostei bastante da história, apesar de ter muito mais descrição que ação... Tá bem boa, mesmo... (e isso até me dói dizer).

Apesar d'eu não gostar de dentuços, vamos ver o que esse carinha aí faz!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Not The Facepalm
Pessoa Normal
Pessoa Normal
avatar


Ficha da Personagem
Personagem:
Vocação:

MensagemAssunto: Re: Crônicas da noite   Qua Dez 28, 2011 9:02 am

Não sei por que, mas enquanto lia achei o estilo bem parecido com "O Vendedor de Armas". Talvez seja pelos pontos de comédia inseridos no meio da narração.

Não entendi o por que do terceiro parágrafo em itálico. E o Thaylles já falou do erro, então não tenho nada a dizer além de que ficou bom.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Draconian
CONTRIBUINTE - Tarado da CAM
CONTRIBUINTE - Tarado da CAM
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Draco Zephayn
Vocação: O Druida Frustrado.

MensagemAssunto: Re: Crônicas da noite   Qui Dez 29, 2011 12:44 pm

Interessante, uma história sobre vampiros. Pelo prólogo eu nunca imaginaria tal. Gosto do tema, já me ganhou por isso.

A narração está bacana, gosto desse clima que a primeira pessoa deixa criar sobre pensamentos e afins. E convenhamos, o humor é um tempero a parte.

Escrevo mais pra dizer que estou aqui, meio que de longe, no canto... Mas acompanho, e gosto muito do que leio.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Y2J
Mais de 3000?! Sem ss é fake!
Mais de 3000?! Sem ss é fake!
avatar


Ficha da Personagem
Personagem:
Vocação:

MensagemAssunto: Re: Crônicas da noite   Qui Dez 29, 2011 2:23 pm

O humor inserido quase aleatóriamente é ótimo pra "desmonotonizar" as coisas. Gostei, sério. A história parece ser bem legal. Aguardado por algo a mais...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wk~
Paga-pau do Titio Xela
Paga-pau do Titio Xela
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Wk~
Vocação: God.

MensagemAssunto: Re: Crônicas da noite   Sex Fev 03, 2012 9:48 pm

Quero postar um novo capítulo, mas a formatação fica extremamente tosca. Alguém sabe o que fazer?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Arkrotep
Esse cara deve floodar, só pode!
Esse cara deve floodar, só pode!
avatar


Ficha da Personagem
Personagem:
Vocação:

MensagemAssunto: Re: Crônicas da noite   Sex Fev 03, 2012 9:52 pm

Posta mesmo assim, eu quero ler T_T
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wk~
Paga-pau do Titio Xela
Paga-pau do Titio Xela
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Wk~
Vocação: God.

MensagemAssunto: Re: Crônicas da noite   Sex Fev 03, 2012 10:06 pm

Desculpe a demora, acabei perdendo o Brainstorm da história e depois tive problemas de formatação, que resolvi com uma gambi.
___________________________________________________________________


Livro 01 – Dominic FantLeroy

Capítulo 02 – Oi, Lar! Tchau, Lar.

Para sobrevivermos nós dominamos algumas cidades. Geralmente escolhemos as mais isoladas e pequenas, como ilhas, montanhas e florestas, mas que possam servir de ponto estratégico.

Existe algum respeito nisso, ou melhor, medo. Raramente invadimos cidades alheias, pois os poderes bélicos delas provavelmente nos pulverizariam. Por isso, no mundo atual podemos ver cinco ou seis cidades dominadas por uma raça e mais uma ou duas inabitadas, um tipo de fronteira gigante. Minha área é o Sul do Brasil e estou chegando em Florianópolis, ou melhor, em seu submundo.

Definitivamente, os vampiros são péssimos decoradores. A ponte Hercílio Luz só pode estar sob efeito de macumba, ou já teria ruído. Enfim... Sob as cidades criamos pequenos bolsões que chamamos de centros e usamos as estruturas das cidades para proteção, aqui ficam meus chefes.

Existe uma pequena caverna que dá acesso ao bolsão. A entrada é pequena e aranhas enormes ficam balançando no teto, na escuridão você pode ouvi-las cair no chão, odeio aranhas. No final você quase se rasteja para chegar ao outro lado, um saguão com um pequeno riacho, fruto das nascentes de um morro próximo, acompanhando-o chegará a um pequeno vilarejo, com um quilômetro de diâmetro.

As construções são rudimentares ao extremo, todas as entradas são de difícil acesso, por isso os materiais tiveram de ser obtidos de dentro da própria caverna. Ali temos vários postos bélicos, o que chamamos de prefeitura e mais dois dormitórios, uma espécie de hotel.

A prefeitura é pedra sobre pedra, por fora ela é rudimentar, por dentro... Mais rudimentar ainda. A iluminação torpe dos lampiões não dá conta dos salões que compõe a planta do local. Em algum lugar aqui ficam meus chefes, nos demais cômodos, sei lá.

Quando entrei na sala que deveria, encontrei três vampiros a quem sou subordinado, dois conversavam. Ali havia algumas estantes, mesas de pedra com muitos papéis em cima e outra mesa redonda, para umas dez pessoas.

- Olá, mammy!

- Como tem passado, Dom? – disse o vampiro mais alto, sua aparência é difícil de descrever, mas o que marca é sua cabeça lustrosa e seu nariz adunco.

- Hm... Você não é mamãe! Mas vou bem.

- Ah...Pode se sentar e vamos conversando.

- Ok. Então, Cá, como tem passado?

- Só um pouco, Dom...

Aproximei o rosto do vampiro que estava ao meu lado.

- O que você acha, Nino? Sem chances, né?

- Huh... Óbvio...

- Esse pigarro me matou, sabia?

- Então, rapazes... – Disse Carmen puxando uma cadeira ao meu lado – Já começaram?

- Só esperando você, Cá! E aí, Thiago, como está?

- Tudo ótimo, Dominic.

Carmen é uma vampira há muito tempo, seus cabelos cinzas contrastam com seu corpo jovem e seus traços são robustos, reforçados pelos vestidos que usa e os decotes agressivos. Thiago é o brutamonte, cabeça quadrada, cabelos aparados ao estilo militar e ultra bombado, dá medo sentir o bafo dele em minha orelha pedindo por atualizações.

- Bom... Tudo ocorreu bem, eles apagaram, ninguém me viu e desta vez não explodi nada...

- Nada? – Droga! Ela sabe!

- Nada...

- Mas...

- Ok. Uma janela, mas foi para ir embora.

- Você eliminou todos – Lá vem o gorila! Virei os olhos e ele entendeu o recado – Então porque não saiu do mesmo jeito que entrou? Ah! Dom! Que droga, meu!

- Calma, Thiago... Mais alguma coisa, Dom?

- Hm... É isso, mas vocês sabiam que eu tive de passar por várias cidades habitadas? Ninguém me disse isso... E eu senti o cheiro de cachorro! Até agora não entendi porque eu tive de ir até Maringá se aquela área é do Ono e do... Do outro cara, lá...

- Você vai entender agora. Nós vamos tomar Londrina, uma cidade próxima de Maringá. Então você, Ono e o Madruga atacaram cidades próximas.

- Estou entendendo tudo agora, mas só pra confirmar... Meu trabalho ainda não terminou, certo?

- É isso mesmo. – Já havia me esquecido que Nino estava do outro lado – você vai tomar Londrina para nós...

- Ah! Pára! Eu!? Acabei de vir da puta que pariu e vou ter de voltar? Deixa com o Ono, eu passo! E outra, quem vai continuar os protocolos daqui?

- O Didio. Ele vai assumir tudo enquanto você estiver fora.

- Bosta! Mandem aquele babaca pra lá! Eu não vou sair daqui! – Dei um soco na mesa, mas não fez o barulho que esperava e ainda quase quebrei os dedos.

- Cala a boca, Caçador. Nós queremos você lá! – Carmen segurava meu braço. – E você vai partir hoje. Precisa chegar a nosso último posto até amanhã, em Joinville vai repousar e se armar.

- Bláblabla... Esse nem é meu papel! Vocês têm um monte de gente doente que fica comendo território! Meu trabalho é aqui, meter uma bala na cabeça de quem entrar naquela caverna e, às vezes, ir atrás de um peixe grande!

- Você vai ter seu exército, Dom... É você o comandante. Ono e Madruga irão coordenar ataques menores em cidades pequenas, isso vai abrir caminho para você. Nós queremos aquela cidade, mas existe um bônus, baby...

- Lá vem merda...

- Deixe que o exército triture tudo por lá, nós precisamos de você para algo mais difícil...

- Oh! Mais problemas! Já não basta ser recebido com tanques, bazucas e licantropos! Tem algo ainda mais fodido pra encarar... Vocês querem que eu me foda!?

- Quieto! Chega! – É... Ela fica brava. – Bosco foi pra lá. Ele quer...

- Bosco!? Isso deve ser mentira, me parece uma bela mentira!

- Quando você chegar lá, diremos onde ele está. O exército elimina tudo e você cuida dele.

Bosco é a Carmen, ou melhor, o Nino dos licantropos. É o estrategista de sua região, eliminá-lo vai servir para duas coisas: atordoar a organização dos cachorros e causar uma revolta gigante e um ataque em massa. Amei.

- Quero um carro novo. Explodi ele da última vez.

- Mas você disse que...

- Calma, Thiago! Tinha esquecido... Estou indo.

Fiz todo o caminho de volta e a noite estava “no ponto”, não precisaria me preocupar com o remanescente da tarde ou com os raios da manhã. Ah... Que bosta. Logo agora que queria uns dias de férias... Se eu corro o risco de morrer, pelo menos vou me divertir. Walter... Walter...

- Alô? Walter! Cara, estou indo dominar uma cidade chamada Londrina e matar o Bosco... É... Sim, o Bosco. Me encontra lá para pararmos num bar depois de tudo. Abraços.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Arkrotep
Esse cara deve floodar, só pode!
Esse cara deve floodar, só pode!
avatar


Ficha da Personagem
Personagem:
Vocação:

MensagemAssunto: Re: Crônicas da noite   Sab Fev 04, 2012 9:17 pm

"A entrada é pequena e aranhas enormes ficam balançando no teto, na escuridão você pode ouvi-las cair no chão, odeio aranhas."

Um vampiro com medo de aranhas!


"- Alô? Walter! Cara, estou indo dominar uma cidade chamada Londrina e matar o Bosco... É... Sim, o Bosco. Me encontra lá para pararmos num bar depois de tudo. Abraços."

Esse personagem realmente me agrada, xD
Bem cara, eu estou acompanhando aqui a história, poste mais o/
Voltar ao Topo Ir em baixo
Draconian
CONTRIBUINTE - Tarado da CAM
CONTRIBUINTE - Tarado da CAM
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Draco Zephayn
Vocação: O Druida Frustrado.

MensagemAssunto: Re: Crônicas da noite   Qui Fev 09, 2012 12:23 pm

Estou gostando da personagem. Deu pra notar melhor sua personalidade nessas conversas. Vamos ver o quanto melhor ela vai se desenvolver durante os próximos capítulos.

Porém, tem uma coisa que me perturba... Cenário real. Ainda mais no Brasil. Não sei por que, mas isso arde em meus olhos. Ao menos, é a onde você mora, deve conhecer bem o local e isso vai engrandecer as descrições. Senti uma falta delas, aliás, não tão bem relatadas quanto as do prólogo, mas creio ter sido a sua intenção.

Enfim, no aguarde dos demais capítulos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Yuri
Mais de 3000?! Sem ss é fake!
Mais de 3000?! Sem ss é fake!
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Benjamin Fenwick
Vocação: Batedor

MensagemAssunto: Re: Crônicas da noite   Sex Fev 10, 2012 11:53 am

muito bom cara, o fato de ser no brasil é um pouco estranho pra mim também, mas muito foda mesmo tá ficando *--*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Crônicas da noite   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Crônicas da noite
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Tem problema lavar o cabelo a noite?
» Noite de Núpcias - DESCONFINADOS
» noite da pizza na igreja
» Vigília: Doutrina Bíblica ou Invenção?
» Chuchu X Bandido - Um problema de dublagem!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: OFF-TOPIC :: Histórias-
Ir para: