InícioRPG TibiaRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Linhas paralelas.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Samuel
Administrador - Run! Run! Run!
Administrador - Run! Run! Run!
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Todos.
Vocação:

MensagemAssunto: Linhas paralelas.   Ter Abr 30, 2013 2:33 pm

O deserto parecia não ter fim.
Observei as ondas de calor dançarem no horizonte. Minhas mãos estavam presas, meus lábios pareciam gigantescos depois que levei outro soco do nômade que me puxava pela corda.

- Vamos! Vamos, seu merdinha! - Ele não parava de repetir, com aquele sorriso debochado aberto no rosto enquanto puxava a corda com toda a sua força, querendo me fazer cair. - Vamos! Você está tropeçando na areia? Você não é homem de verdade. Vocês, enraizados, são umas mocinhas.

Eu sentia sede como nunca senti, minha pele ardia sob o sol e minha armadura me deixava mais exausto do que nunca. Pela primeira vez na vida, desejei joga-la no chão. Mais dois nômades seguiam a frente com seus enormes turbantes, suas roupas leves e suas espadas curvadas, talvez estivessem guiando o caminho ou algo parecido... Não sabia o que eles eram, pois as poucas palavras que falavam entre si eram carregadas daquele sotaque árabe duro e desgraçado.

Areia amarela, ondas de calor e uma construção negra do tamanho de uma moeda surgia no horizonte... Quanto mais eu me aproximava, mais a construção parecia se erguer nas areias. Era uma espécie de templo antigo, quase em ruínas... O nômade desgraçado me puxava pela corda e, quando viu que não conseguia mais me derrubar com os seus puxões, começou a me bater com uma vara.

A sensação de estar sob as sombras da construção foram uma das melhores que eu já senti, após andar por tanto tempo sob o sol escaldante do deserto. Ouvia o som da água caindo em algum lugar distante, o som de vozes cantando canções e, ao passar por um lugar mais aberto, vi um senhor gordo e barbudo sentado atrás de um tapete cheio de verduras quase estragadas, talvez estivesse vendendo-as (E se eu tivesse alguma moeda, pagaria por um tomate podre. A coisa estava feia pro meu lado...).

Seguimos em frente, até uma espécie de salão enorme de paredes ricamente decoradas com tapetes azuis com um leão bordado em dourado no centro e jarros de todos os tamanhos, onde uma mulher sentava-se em uma espécie de trono ou altar, com várias mocinhas ao seu redor, cantando e tocando algumas canções em flautas toscas de madeira. Usava um longo vestido dourado e uma espécie de máscara escarlate que só deixavam seus olhos á mostra... E estes eram azuis. Tão azuis que chegavam a ser perturbadores.

Movia-se de uma maneira estranha, orgulhosa como uma gata e ameaçadora como um dragão que protege o seu ouro... Os nômades afastaram-se e soltaram minha corda, curvando-se perante á ela. Seus sapatos ecoavam pelo salão... Tok, tok, tok, tok... Parou na minha frente e olhou fundo nos meus olhos. Seus olhos azuis demonstravam curiosidade e divertimento.

- Então, esse é o homem. O homem que foi jogado aos lobos e votou como o líder da alcateia... Seja bem-vindo, eu me chamo Tahala.

E estendeu a mão cheia de anéis de ouro para que eu os beijasse.



Voltar ao Topo Ir em baixo
Kael
Pessoa Normal
Pessoa Normal
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Atrocidade
Vocação: Caçador de Borboletas

MensagemAssunto: Re: Linhas paralelas.   Ter Abr 30, 2013 3:43 pm

Citação :
- Então, esse é o homem. O homem que foi jogado aos lobos e votou como o líder da alcateia... Seja bem-vindo, eu me chamo Tahala.

Já vi isso antes.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Samuel
Administrador - Run! Run! Run!
Administrador - Run! Run! Run!
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Todos.
Vocação:

MensagemAssunto: Re: Linhas paralelas.   Ter Abr 30, 2013 3:44 pm

Exatamente.
Espero que tu tenha entendido a paraids.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Arkrotep
Esse cara deve floodar, só pode!
Esse cara deve floodar, só pode!
avatar


Ficha da Personagem
Personagem:
Vocação:

MensagemAssunto: Re: Linhas paralelas.   Ter Abr 30, 2013 4:55 pm

E aquele nosso jogo de escrever para as imagens lá? Era maneirinho... acho que se proibirmos o talles de postar, o jogo vai pra frente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Samuel
Administrador - Run! Run! Run!
Administrador - Run! Run! Run!
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Todos.
Vocação:

MensagemAssunto: Re: Linhas paralelas.   Ter Abr 30, 2013 4:56 pm

Pessoal parou de postar, mano.
Eu tava postando de boas lá.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Growl~
Mais de 3000?! Sem ss é fake!
Mais de 3000?! Sem ss é fake!



Ficha da Personagem
Personagem:
Vocação:

MensagemAssunto: Re: Linhas paralelas.   Ter Abr 30, 2013 4:56 pm

Arkrotep escreveu:
E aquele nosso jogo de escrever para as imagens lá? Era maneirinho... acho que se proibirmos o talles de postar, o jogo vai pra frente.
Fato.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Draconian
CONTRIBUINTE - Tarado da CAM
CONTRIBUINTE - Tarado da CAM
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Draco Zephayn
Vocação: O Druida Frustrado.

MensagemAssunto: Re: Linhas paralelas.   Ter Abr 30, 2013 8:59 pm

Curti, só não entendi as "paraids".
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tails
Membro
Membro



Ficha da Personagem
Personagem: Minotaur Tuckz
Vocação: Bêbado Profissional

MensagemAssunto: Re: Linhas paralelas.   Ter Abr 30, 2013 9:38 pm

porra, finalmente uma estória que me interessou 100% e não é cheia de frescura. continuação, tamo aí
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kael
Pessoa Normal
Pessoa Normal
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Atrocidade
Vocação: Caçador de Borboletas

MensagemAssunto: Re: Linhas paralelas.   Qua Maio 01, 2013 11:35 am

As vezes é preciso deixar morrer, cara.
Mas fico feliz que você não tenha deixado. Apesar de ser um traíra do caralho.
<3
Voltar ao Topo Ir em baixo
Samuel
Administrador - Run! Run! Run!
Administrador - Run! Run! Run!
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Todos.
Vocação:

MensagemAssunto: Re: Linhas paralelas.   Sex Maio 03, 2013 5:41 pm

Linhas paralelas se encontram no infinito. O infinito não acaba. O infinito é nunca. Ou sempre.

Beijei seus anéis de uma maneira delicada e respeitosa.
Não sabia quem eles eram... Se uma coisa que eu aprendi bem em todos esses anos de guarda, é que as tribos bárbaras do deserto são extremamente exigentes e rigorosas com suas tradições. Lembrei-me de uma história contada a mim por um contrabandista capturado.

Dizia que, certa vez ele e alguns amigos foram capturados por selvagens das ilhas geladas, homens grandes e rústicos que mais pareciam mamutes. Ele contou que, quando um dos selvagens bateu no rosto de um de seus companheiros com uma clava, seu amigo xingou e mostrou o dedo do meio. Ele disse que não sabia muito bem o que tinha acontecido, mas ele foi levado para as ilhas geladas e forçado a se casar com a filha do brutamontes. Depois descobriu os selvagens usavam as mãos para expressar gestos de submissão e desistência... Uma coisa bem estranha.

A mulher de vestido dourado segurou suavemente minha mão e puxou-me na direção de seu trono, onde me sentei em uma cadeira tosca de madeira, bem ao seu lado. Aquilo fez eu me sentir como um cão puxado pela coleira, mas continuei calado. Logo sua voz se erguia pelo salão, e todos ficavam extremamente quietos para ouvi-la. Falava em árabe, sua voz parecia subir e descer como uma flauta desafinada. Vi dois homens loiros parados á porta, com suas armaduras douradas, segurando suas enormes espadas de dois gumes apontadas para baixo.

Quando Tahala parou de falar, vi dois jovens garotos sendo puxados pelas portas, com as mãos amarradas e uma corda que servia de coleira. Ambos estavam sem camisa, com um pedaço de trapo rasgado que antes poderia ter sido uma calça. Tahala sentou-se no trono e cruzou as pernas, observando-os com exagerado interesse. Os garotos foram posicionados frente á frente, cada um em uma extremidade do grande salão... Em seguida, um homem baixo e gorducho, vestido com sedas boas e coloridas saiu da multidão, pigarreou e anunciou alto o suficiente no idioma comum, para que todos ouvissem:

- Saudações, filhos de Ankmuth, nascidos das areias. É com grande honra que nós, os corações flamejantes, entregamos duas de nossas sementes para o tão grandioso ritual da metamorfose. Hoje, senhores, o menino que existe dentro deles morrerá, e apenas aquele que tiver o coração do leão erguerá sua espada em triunfo, á vista de Ankmuth, dos homens, da sacerdotisa sagrada e dos seus companheiros de alcateia.

Ele pigarreou, passou o olhar pelo salão e continuou:

- Á esquerda temos Ron, nascido nas terras de Folda. - Olhou o garoto magro e maltrapilho, de cabelos negros e olhar duro. - Filho da neve, criado pelos lobos... Serviu como ajudante e aluno de Medric Lionheart, que o julgou pronto para o renascimento pela luz de Ank'arth.

Todas as vozes do salão se ergueram, inclusive a da sacerdotisa Tahala: "Louvado seja Ank'art, louvado seja Ark'arth".

- Á direita, temos Aldwin, filho das areias. Filho de Cedric Lionheart, criado sobre a terra sagrada de Ankrahmun. - Lançou um olhar de esguelha para o menino de cabelos loiros, um pouco mais alto e mais forte que o anterior. - Serviu como ajudante fiel de Bondor, o alquimista, que o julgou pronto para o renascimento pela luz de Treya.

As vozes se ergueram novamente: "Louvado seja Treya! Louvado seja!"

- Que o sol esteja sobre vocês.

Os soldados de espada curvada cortaram as cordas que prendiam os meninos e entregaram uma espada velha para cada um deles. As pessoas fizeram o circulo ao redor dos garotos, gritando coisas esquisitas e erguendo os braços. Os meninos aproximavam-se lentamente, andavam em círculos e se olhavam com uma frieza que eu nunca vira nos olhos de uma criança.

Quase dois minutos se passaram até que as espadas se chocassem. Ron, o de cabelos negros, bloqueou um ataque por cima vindo do menino loiro... As espadas giraram, e eles voltaram a se afastar. O menino loiro aproximou-se novamente, outro ataque por cima, outro choque de espadas. O menino loiro aproximou-se mais uma vez, atacando-o de cima para baixo, Ron desviou por pouco, girou o corpo e, quando ia pular para se afastar, tropeçou em uma fenda que tinha chão e caiu sentado. O outro veio correndo, de espada erguida, mas antes que pudesse abaixa-la, Ron varreu os seus pés do chão e fez com que ele caísse de cara no chão frio e duro do salão. Ron rastejou agilmente e chutou a espada do menino loiro para longe, largando a própria espada e sentando-se na barriga do menino loiro, socando-o repetidas vezes no rosto. Quando viu que o outro já estava fraco, virou-o para baixo e passou os dois braços pelo seu pescoço, enforcando-o enquanto pressionava sua cabeça contra o chão com o peso do próprio corpo.

O menino magro de cabelos negros ergueu-se quase três minutos depois. Um silêncio mortal caiu sobre o salão, enquanto ele olhava diretamente para a sacerdotisa, sério e rígido.

Tahala se levantou do trono, desceu as escadas e parou na frente do garoto... Puxou um punhal de dentro de seu manto, virou-o de costas e riscou um par de linhas paralelas em seu ombro, erguendo o punhal para que todos vissem, em seguida.

- Louvados sejam os deuses! Louvado seja o seu coração de leão. Louvados sejam os dois meninos que morreram nesta noite. Vire-se, Pardric Lionheart... Eu te batizo com o sol, eu te batizo com a lua. Eu te batizo com as areias e com o sangue do leão.

E ele se virou, ajoelhando-se na frente de Tahala. Onde antes seus cabelos foram escuros, agora brilhavam, amarelos como ouro.


Spoiler:
 


Última edição por Samuel em Sex Maio 03, 2013 7:42 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tails
Membro
Membro



Ficha da Personagem
Personagem: Minotaur Tuckz
Vocação: Bêbado Profissional

MensagemAssunto: Re: Linhas paralelas.   Sex Maio 03, 2013 6:06 pm

tá legal, parece aqueles cultos de caras retardados do mal. eles são legais
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Linhas paralelas.   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Linhas paralelas.
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Natural wave e Vector, linhas recomendadas por Robson Trindade
» so dica de defeitos vertical da tv SEMP TOSHIBA.
» Deus não escreve certo por linhas tortas, lembre-se !

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: RPG Tibia :: Histórias-
Ir para: