InícioRPG TibiaRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Um novo estilo de roleplay?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4
AutorMensagem
Arkrotep
Esse cara deve floodar, só pode!
Esse cara deve floodar, só pode!
avatar


Ficha da Personagem
Personagem:
Vocação:

MensagemAssunto: Re: Um novo estilo de roleplay?   Seg Nov 18, 2013 2:24 pm

Paul Robinson escreveu:
Para inserir um ponto de vista diferente ao debate, vou fazer como o haggor disse e apresentar alguns argumentos. Não é pra acirrar a discussão e o papo nem nada, é só a maneira que eu enxergo o roleplay em tibia, que sirva como reflexão...

Quando se menciona que bagagem é importante, a despeito do level, se corre um risco muito grande: a possibilidade de existir um menosprezo alheio. Todo mundo em Tibia tem a mesma bagagem; dois caras level 8, possuem a mesma bagagem, dois caras lvl 27 possuem a mesma bagagem. Nenhum mago sumona um monk antes do lvl 27, porque todos os magos precisam atingir um patamar mínimo de experiência para realizar tal feito, que no tíbia é um número lá de pontos de experiência.
- Ok, o SEU mago, ficou parado no depot olhando o movimento, tomou uma na taverna do frodo, fugiu de pks no meio da cidade, blábláblá, enquanto o outro não vivenciou isso. Mas, se ele não atingiu a experiência necessária para sumonar um monk, não há horas parado fazendo coisas alheias que fará ele atingir esse objetivo antes.
Level, Magic level, skills, Hit points, Mana, são todos parâmetros de RPG também!
RPG tem dados, RPG tem matemática, RPG tem equações que, no caso de tibia, são cuidadosamente escalonadas pelos analistas de software do jogo para que não ocorra uma injustiça como um lvl 15 matar um lvl 40! Não se pode falar em bagagem, se não se conhece a bagagem de todos os envolvidos!

LEVEL: São números que você acessa entrando nos skills do seu personagem, lá tá em números, mas seu personagem entende (ele precisa entender, na minha opinião) como os centenas de minotauros que sua espada já derrubou, milhares de trolls e orcs, as dezenas de dragões que passaram pelo seu caminho e não foram suficientes pra impedir ele de avançar.
Como pode ter nexo, nesse contexto, surgir algum lvl mais baixo impondo seu poder sobre um lvl mais alto? Aqui concordo com Efêmero, uma armadilha, um golpe de perspicácia. Isso são ferramentas da imaginação que tem poder plausível de entendimento.

Eu também sou do ponto de vista de que o seu personagem precisa ser moldado conforme o tempo que você tem para desenvolvê-lo. Certa vez cheguei a pensar que isso de ter level baixo podendo mais do que poderia, porque o dono do char tinha preguiça de upar, ou usava de desculpas esfarrapadas como eu não vejo mais graça em upar, etc. Aqui eu digo, meu amigo. Enquanto você estiver no tabuleiro tibia, você precisa provar por onde.

Há muito tempo atrás, Paul Robinson e Corvolo sofriam brincadeiras da comunidade relativas à quantidade de fugas de pk bem sucedidas a quais eles eram submetidos. Não estou falando de pks fraquinhos não, to falando de personagens com level maior de 30, atacando um mago level 23. Mas ele deu seu jeito, triplicou o número de poções, abdicou da capacidade pra carregar alguma pilhagem pra colocar mais poções, mas isso fez ele correr de carlin até thais fugindo de assassinos, e isso que rende o nível de capacidade do personagem frente a comunidade

Eu não tenho nada contra um lvl 10 parecer fodão, mas ele precisa provar essa capacidade de alguma forma. Bazuul é um beholder, mas pra mim ele deixa de ser a partir do momento em que a magia do cara falha, termina a transformação, e um humano(mesmo que não desejado), surja na frente do meu personagem.

Concordo também com a opinião do Gilles, o mundo precisa de mais personagens rasos. Eles garantem a inclusão de todos.

E quando topar com alguem que não seja dessa filosofia, ou da filosofia dos outros:
zack746 escreveu:
Acho que num empasse uma conversa camarada não faz mal a ninguém, não é? E outra coisa que digo, perder as vezes é ganhar. Seu personagem é foda, tem milhares de habilidades, mas na hora o seu oponente pareceu mais digno? Você acha que ele interpretou bem? Deixe que ganhe! Ou Fuja!

Por mais diferentes que somos nós no mínimo nos conhecemos pelo forúm. Não precisamos tratar os outros de forma agressiva. Conversar é a saída. Não seja ignorante/sarcástico. TENTEM CHEGAR A UM ACORDO!

Simples.
This.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bruno
EQUIPE - Atravessador de Velinhas
EQUIPE - Atravessador de Velinhas
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Ares Dragontooth
Vocação:

MensagemAssunto: Re: Um novo estilo de roleplay?   Seg Nov 18, 2013 3:11 pm

Citação :
Em Roma, fazei como os romanos: se um jogador deseja fazer parte de uma história em andamento, deve acatar as regras da mesma.
Concordo! Eu mudei as minhas para entrar e amei. Aos cabeças dura, por favor... Abram as pernas e relaxem. O tesão é garantido e a goza no final é recompensadora.


Canhotaço.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kael
Pessoa Normal
Pessoa Normal
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Atrocidade
Vocação: Caçador de Borboletas

MensagemAssunto: Re: Um novo estilo de roleplay?   Seg Nov 18, 2013 3:14 pm

Não basta ser gaúcho.

E concordo com o Gilles (não tinha lido!) quando ele disse ser uma coisa pessoal, que se molda com o tempo. Quase parte da sua personalidade, e essa ninguém pode tirar de você.
Voltar ao Topo Ir em baixo
zack746
CONTRIBUINTE - Manauara Cult
CONTRIBUINTE - Manauara Cult
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Isaac Guerreiro
Vocação: Conseguir fuder com a própria vida

MensagemAssunto: Re: Um novo estilo de roleplay?   Seg Nov 18, 2013 3:20 pm

Claudio escreveu:
Quando se menciona que bagagem é importante, a despeito do level, se corre um risco muito grande: a possibilidade de existir um menosprezo alheio. Todo mundo em Tibia tem a mesma bagagem; dois caras level 8, possuem a mesma bagagem, dois caras lvl 27 possuem a mesma bagagem. Nenhum mago sumona um monk antes do lvl 27, porque todos os magos precisam atingir um patamar mínimo de experiência para realizar tal feito, que no tíbia é um número lá de pontos de experiência.
Bagagem não é level. Bagagem é a impressão que você consegue transmitir para os outros. Paul Robinson era um cavaleiro, um langobardo. Depois da sua morte ele se tornou um ícone, um exemplo de caminho a seguir para outros Langobardos. E não foi o level dele que provou isso, talvez nem ele tenha feito por onde, ele simplesmente seguiu o que acreditava que deveria ser feito... Mas as pessoas simplesmente o colocaram nesse patamar, no patamar de mito.

Isso é bagagem. Bagagem é subjetivo. Não existe regra porque nós estamos INTERPRETANDO. Lidamos com pessoas. Não são números! Repito: Não são números!

Claudio escreveu:
Eu não tenho nada contra um lvl 10 parecer fodão, mas ele precisa provar essa capacidade de alguma forma. Bazuul é um beholder, mas pra mim ele deixa de ser a partir do momento em que a magia do cara falha, termina a transformação, e um humano(mesmo que não desejado), surja na frente do meu personagem.
Bazuul é um beholder porque a pessoa que o interpreta mostrou seu background para todo mundo. Deixou bem claro a sua intenção: Eu quero interpretar um beholder! E porque, Claudio, você não pode aceitar falhas humanas? Porque você iria tirar a diversão dele de interpretar um beholder? Porque não pode aceitar que uma simples aparência de gráficos mude a interpretação dos fatos?

Voltar ao Topo Ir em baixo
Shii
Pessoa Normal
Pessoa Normal
avatar


Ficha da Personagem
Personagem:
Vocação:

MensagemAssunto: Re: Um novo estilo de roleplay?   Seg Nov 18, 2013 3:23 pm

Um monte de textão, um monte de argumento e no fim, a mesma porcaria de conclusão de sempre.


*Pula no quadro da sala e rói a moldura.*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Shii
Pessoa Normal
Pessoa Normal
avatar


Ficha da Personagem
Personagem:
Vocação:

MensagemAssunto: Re: Um novo estilo de roleplay?   Seg Nov 18, 2013 3:24 pm

Haggor Goldenaxe escreveu:
auhauhauah, gif perfeito

^ this
Voltar ao Topo Ir em baixo
Paul Robinson
CONTRIBUINTE - Paul-er-Gamer
CONTRIBUINTE - Paul-er-Gamer
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Paul Robinson
Vocação: Cavaleiro Langobardo

MensagemAssunto: Re: Um novo estilo de roleplay?   Seg Nov 18, 2013 3:32 pm

Porque seria como alguem vir jogar xadrez comigo e querer que a torre pulasse o peão como o cavalo.

maaaas eu atribuo o que você disse e tolero. Mas o meu modo de pensar é esse.


Última edição por Paul Robinson em Seg Nov 18, 2013 3:35 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
zack746
CONTRIBUINTE - Manauara Cult
CONTRIBUINTE - Manauara Cult
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Isaac Guerreiro
Vocação: Conseguir fuder com a própria vida

MensagemAssunto: Re: Um novo estilo de roleplay?   Seg Nov 18, 2013 3:34 pm

Ah!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Shii
Pessoa Normal
Pessoa Normal
avatar


Ficha da Personagem
Personagem:
Vocação:

MensagemAssunto: Re: Um novo estilo de roleplay?   Seg Nov 18, 2013 3:40 pm

Paul Robinson escreveu:
Para inserir um ponto de vista diferente ao debate, vou fazer como o haggor disse e apresentar alguns argumentos. Não é pra acirrar a discussão e o papo nem nada, é só a maneira que eu enxergo o roleplay em tibia, que sirva como reflexão...

Quando se menciona que bagagem é importante, a despeito do level, se corre um risco muito grande: a possibilidade de existir um menosprezo alheio. Todo mundo em Tibia tem a mesma bagagem; dois caras level 8, possuem a mesma bagagem, dois caras lvl 27 possuem a mesma bagagem. Nenhum mago sumona um monk antes do lvl 27, porque todos os magos precisam atingir um patamar mínimo de experiência para realizar tal feito, que no tíbia é um número lá de pontos de experiência.
- Ok, o SEU mago, ficou parado no depot olhando o movimento, tomou uma na taverna do frodo, fugiu de pks no meio da cidade, blábláblá, enquanto o outro não vivenciou isso. Mas, se ele não atingiu a experiência necessária para sumonar um monk, não há horas parado fazendo coisas alheias que fará ele atingir esse objetivo antes.
Level, Magic level, skills, Hit points, Mana, são todos parâmetros de RPG também!
RPG tem dados, RPG tem matemática, RPG tem equações que, no caso de tibia, são cuidadosamente escalonadas pelos analistas de software do jogo para que não ocorra uma injustiça como um lvl 15 matar um lvl 40! Não se pode falar em bagagem, se não se conhece a bagagem de todos os envolvidos!

LEVEL: São números que você acessa entrando nos skills do seu personagem, lá tá em números, mas seu personagem entende (ele precisa entender, na minha opinião) como os centenas de minotauros que sua espada já derrubou, milhares de trolls e orcs, as dezenas de dragões que passaram pelo seu caminho e não foram suficientes pra impedir ele de avançar.
Como pode ter nexo, nesse contexto, surgir algum lvl mais baixo impondo seu poder sobre um lvl mais alto? Aqui concordo com Efêmero, uma armadilha, um golpe de perspicácia. Isso são ferramentas da imaginação que tem poder plausível de entendimento.

Eu também sou do ponto de vista de que o seu personagem precisa ser moldado conforme o tempo que você tem para desenvolvê-lo. Certa vez cheguei a pensar que isso de ter level baixo podendo mais do que poderia, porque o dono do char tinha preguiça de upar, ou usava de desculpas esfarrapadas como eu não vejo mais graça em upar, etc. Aqui eu digo, meu amigo. Enquanto você estiver no tabuleiro tibia, você precisa provar por onde.

Há muito tempo atrás, Paul Robinson e Corvolo sofriam brincadeiras da comunidade relativas à quantidade de fugas de pk bem sucedidas a quais eles eram submetidos. Não estou falando de pks fraquinhos não, to falando de personagens com level maior de 30, atacando um mago level 23. Mas ele deu seu jeito, triplicou o número de poções, abdicou da capacidade pra carregar alguma pilhagem pra colocar mais poções, mas isso fez ele correr de carlin até thais fugindo de assassinos, e isso que rende o nível de capacidade do personagem frente a comunidade

Eu não tenho nada contra um lvl 10 parecer fodão, mas ele precisa provar essa capacidade de alguma forma. Bazuul é um beholder, mas pra mim ele deixa de ser a partir do momento em que a magia do cara falha, termina a transformação, e um humano(mesmo que não desejado), surja na frente do meu personagem.

Concordo também com a opinião do Gilles, o mundo precisa de mais personagens rasos. Eles garantem a inclusão de todos.

E quando topar com alguem que não seja dessa filosofia, ou da filosofia dos outros:
zack746 escreveu:
Acho que num empasse uma conversa camarada não faz mal a ninguém, não é? E outra coisa que digo, perder as vezes é ganhar. Seu personagem é foda, tem milhares de habilidades, mas na hora o seu oponente pareceu mais digno? Você acha que ele interpretou bem? Deixe que ganhe! Ou Fuja!

Por mais diferentes que somos nós no mínimo nos conhecemos pelo forúm. Não precisamos tratar os outros de forma agressiva. Conversar é a saída. Não seja ignorante/sarcástico. TENTEM CHEGAR A UM ACORDO!

Simples.
Então, roleplay não é feito de matemática. Na verdade roleplay de web e etc e tal, não utilizam matemática. Se usam é raro e em casos extremistas. Aí tipo, só tem aqueles lugares pseudo-rpgdemesa que usam matemática mas quando se trata de roleplay, o melhor entre <> vence, e não as estatísticas de skills, level, etc e tal. Eu pessoalmente prefiro <> mesmo tendo char com skill 100 por que eu acho que usar o client como base pra determinar certas coisas sendo que você faz quase tudo dentro do <>, é por que você não sabe interpretar mesmo com seus fuckings anos ou por que você procura tirar vantagem de algo extraordinário. Aí eu acho que se você interpreta com uma pessoa e abre skull e matar ela é puta apelação por que o jogo não releva dinâmicas como defesa e contra-ataque. E o roleplay faz o que mesmo por nós? Nós interpretamos que sentamos em cadeira, mas não sentamos, que apertamos a mão de outra pessoa, e não apertamos. Por que não teria direito de esquivar de um ataque se o client também não permite isso?


Ou seja, se você adere, é por que não sabe interpretar ou tá traumatizado com pessoas que apelam mais que você, só que essas que apelam mais tem direito de tomar na fuça através do client. Só que até agora, desde que voltei, não vi nenhuma filhadaputagem.


P.S: A turminha do kaoh é foda.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Paul Robinson
CONTRIBUINTE - Paul-er-Gamer
CONTRIBUINTE - Paul-er-Gamer
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Paul Robinson
Vocação: Cavaleiro Langobardo

MensagemAssunto: Re: Um novo estilo de roleplay?   Seg Nov 18, 2013 3:49 pm

Shii você está se confundindo... eu dei a minha opinião, mas eu entendo o beholder, eu entendo o minotauro, entendo o dragão, entendo todo o rp entre < >. Eu apenas estou expondo isso porque existe um impasse em como pensar as coisas dentro do jogo, e como foi pedida a minha opinião, eu a dei. Mas todo mundo sabe que não sou esse monstro intolerante que tá aí no que eu escrevo acima.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Samuel
Administrador - Run! Run! Run!
Administrador - Run! Run! Run!
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Todos.
Vocação:

MensagemAssunto: Re: Um novo estilo de roleplay?   Seg Nov 18, 2013 4:32 pm

Eu já cansei dessas discussões, por mais benéficas que elas sejam pra comunidade.
Apesar de tudo, tibia é só um jogo. Acho que não é saudável se esquecer disso. É tão difícil assim só entrar no jogo, conversar com os teus amigos e fazer teu rpg em paz?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dan
Pessoa Normal
Pessoa Normal
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Dangineer
Vocação: Engenheiro do amor

MensagemAssunto: Re: Um novo estilo de roleplay?   Seg Nov 18, 2013 4:37 pm

Shii escreveu:
Paul Robinson escreveu:
Para inserir um ponto de vista diferente ao debate, vou fazer como o haggor disse e apresentar alguns argumentos. Não é pra acirrar a discussão e o papo nem nada, é só a maneira que eu enxergo o roleplay em tibia, que sirva como reflexão...

Quando se menciona que bagagem é importante, a despeito do level, se corre um risco muito grande: a possibilidade de existir um menosprezo alheio. Todo mundo em Tibia tem a mesma bagagem; dois caras level 8, possuem a mesma bagagem, dois caras lvl 27 possuem a mesma bagagem. Nenhum mago sumona um monk antes do lvl 27, porque todos os magos precisam atingir um patamar mínimo de experiência para realizar tal feito, que no tíbia é um número lá de pontos de experiência.
- Ok, o SEU mago, ficou parado no depot olhando o movimento, tomou uma na taverna do frodo, fugiu de pks no meio da cidade, blábláblá, enquanto o outro não vivenciou isso. Mas, se ele não atingiu a experiência necessária para sumonar um monk, não há horas parado fazendo coisas alheias que fará ele atingir esse objetivo antes.
Level, Magic level, skills, Hit points, Mana, são todos parâmetros de RPG também!
RPG tem dados, RPG tem matemática, RPG tem equações que, no caso de tibia, são cuidadosamente escalonadas pelos analistas de software do jogo para que não ocorra uma injustiça como um lvl 15 matar um lvl 40! Não se pode falar em bagagem, se não se conhece a bagagem de todos os envolvidos!

LEVEL: São números que você acessa entrando nos skills do seu personagem, lá tá em números, mas seu personagem entende (ele precisa entender, na minha opinião) como os centenas de minotauros que sua espada já derrubou, milhares de trolls e orcs, as dezenas de dragões que passaram pelo seu caminho e não foram suficientes pra impedir ele de avançar.
Como pode ter nexo, nesse contexto, surgir algum lvl mais baixo impondo seu poder sobre um lvl mais alto? Aqui concordo com Efêmero, uma armadilha, um golpe de perspicácia. Isso são ferramentas da imaginação que tem poder plausível de entendimento.

Eu também sou do ponto de vista de que o seu personagem precisa ser moldado conforme o tempo que você tem para desenvolvê-lo. Certa vez cheguei a pensar que isso de ter level baixo podendo mais do que poderia, porque o dono do char tinha preguiça de upar, ou usava de desculpas esfarrapadas como eu não vejo mais graça em upar, etc. Aqui eu digo, meu amigo. Enquanto você estiver no tabuleiro tibia, você precisa provar por onde.

Há muito tempo atrás, Paul Robinson e Corvolo sofriam brincadeiras da comunidade relativas à quantidade de fugas de pk bem sucedidas a quais eles eram submetidos. Não estou falando de pks fraquinhos não, to falando de personagens com level maior de 30, atacando um mago level 23. Mas ele deu seu jeito, triplicou o número de poções, abdicou da capacidade pra carregar alguma pilhagem pra colocar mais poções, mas isso fez ele correr de carlin até thais fugindo de assassinos, e isso que rende o nível de capacidade do personagem frente a comunidade

Eu não tenho nada contra um lvl 10 parecer fodão, mas ele precisa provar essa capacidade de alguma forma. Bazuul é um beholder, mas pra mim ele deixa de ser a partir do momento em que a magia do cara falha, termina a transformação, e um humano(mesmo que não desejado), surja na frente do meu personagem.

Concordo também com a opinião do Gilles, o mundo precisa de mais personagens rasos. Eles garantem a inclusão de todos.

E quando topar com alguem que não seja dessa filosofia, ou da filosofia dos outros:
zack746 escreveu:
Acho que num empasse uma conversa camarada não faz mal a ninguém, não é? E outra coisa que digo, perder as vezes é ganhar. Seu personagem é foda, tem milhares de habilidades, mas na hora o seu oponente pareceu mais digno? Você acha que ele interpretou bem? Deixe que ganhe! Ou Fuja!

Por mais diferentes que somos nós no mínimo nos conhecemos pelo forúm. Não precisamos tratar os outros de forma agressiva. Conversar é a saída. Não seja ignorante/sarcástico. TENTEM CHEGAR A UM ACORDO!

Simples.
Então, roleplay não é feito de matemática. Na verdade roleplay de web e etc e tal, não utilizam matemática. Se usam é raro e em casos extremistas. Aí tipo, só tem aqueles lugares pseudo-rpgdemesa que usam matemática mas quando se trata de roleplay, o melhor entre <> vence, e não as estatísticas de skills, level, etc e tal. Eu pessoalmente prefiro <> mesmo tendo char com skill 100 por que eu acho que usar o client como base pra determinar certas coisas sendo que você faz quase tudo dentro do <>, é por que você não sabe interpretar mesmo com seus fuckings anos ou por que você procura tirar vantagem de algo extraordinário. Aí eu acho que se você interpreta com uma pessoa e abre skull e matar ela é puta apelação por que o jogo não releva dinâmicas como defesa e contra-ataque. E o roleplay faz o que mesmo por nós? Nós interpretamos que sentamos em cadeira, mas não sentamos, que apertamos a mão de outra pessoa, e não apertamos. Por que não teria direito de esquivar de um ataque se o client também não permite isso?


Ou seja, se você adere, é por que não sabe interpretar ou tá traumatizado com pessoas que apelam mais que você, só que essas que apelam mais tem direito de tomar na fuça através do client. Só que até agora, desde que voltei, não vi nenhuma filhadaputagem.


P.S: A turminha do kaoh é foda.
Até ontem tava xingando todo mundo, lol.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kaoh
Pessoa Normal
Pessoa Normal
avatar


Ficha da Personagem
Personagem:
Vocação:

MensagemAssunto: Re: Um novo estilo de roleplay?   Seg Nov 18, 2013 5:20 pm

Samuel, meu velho, só um adendo.
Quando você ri, sonha, imagina ou monta, cria e destrói, se apaixona e tem insônia...
Quando você chora...
Bom.
Aí, para mim, Tibia deixa de ser só um jogo.

Tibia talvez ainda seja.
Mas o que nós fazemos não é jogar Tibia. Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
Samuel
Administrador - Run! Run! Run!
Administrador - Run! Run! Run!
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Todos.
Vocação:

MensagemAssunto: Re: Um novo estilo de roleplay?   Seg Nov 18, 2013 5:24 pm

Kaoh escreveu:
Samuel, meu velho, só um adendo.
Quando você ri, sonha, imagina ou monta, cria e destrói, se apaixona e tem insônia...
Quando você chora...
Bom.
Aí, para mim, Tibia deixa de ser só um jogo.

Tibia talvez ainda seja.
Mas o que nós fazemos não é jogar Tibia. Smile
Acho que eu não me expressei direito.
Tibia é só um jogo, o que é especial é único é o roleplay. E como eu disse antes, tem pessoas que se dizem roleplayers, mas são meros jogadores de tibia, que se irritam por coisas do tibia, que nada têm a ver com o rpg.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Van
EQUIPE - Nessinha, o Ditador
EQUIPE - Nessinha, o Ditador
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Sven Langsverd
Vocação: Abominável homem das neves

MensagemAssunto: Re: Um novo estilo de roleplay?   Seg Nov 18, 2013 8:18 pm

tl;dr

Vim aqui só pra questionar os comentários:

Vocês interpretam no Tibia. O Client É O MESTRE. Se vocês viram um "< enfia a adaga no seu bucho >" e não sobe dano, eu posso ignorar. Nada vai me forçar a levar o hit.

É como você jogar D&D e querer usar a magia Suplerblast. Essa magia não existe NAQUELE SISTEMA. Naquela mesa. Naquela campanha.
O Client do Tibia é a nossa mesa e o nosso mestre. Respeitem-no.
Voltar ao Topo Ir em baixo
zack746
CONTRIBUINTE - Manauara Cult
CONTRIBUINTE - Manauara Cult
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Isaac Guerreiro
Vocação: Conseguir fuder com a própria vida

MensagemAssunto: Re: Um novo estilo de roleplay?   Seg Nov 18, 2013 8:20 pm

Porque?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bruno
EQUIPE - Atravessador de Velinhas
EQUIPE - Atravessador de Velinhas
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Ares Dragontooth
Vocação:

MensagemAssunto: Re: Um novo estilo de roleplay?   Seg Nov 18, 2013 8:39 pm

Porque?


Canhotaço.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Shii
Pessoa Normal
Pessoa Normal
avatar


Ficha da Personagem
Personagem:
Vocação:

MensagemAssunto: Re: Um novo estilo de roleplay?   Seg Nov 18, 2013 8:53 pm

Van escreveu:
tl;dr

Vim aqui só pra questionar os comentários:

Vocês interpretam no Tibia. O Client É O MESTRE. Se vocês viram um "< enfia a adaga no seu bucho >" e não sobe dano, eu posso ignorar. Nada vai me forçar a levar o hit.

É como você jogar D&D e querer usar a magia Suplerblast. Essa magia não existe NAQUELE SISTEMA. Naquela mesa. Naquela campanha.
O Client do Tibia é a nossa mesa e o nosso mestre. Respeitem-no.
Então se eu abrir random pk e te matar até você ir para rook, significa que você vai morrer várias vezes até voltar pro berço e vai colocar na sua história rp?

Então tipo abraçar uma pessoa não é possível logo os chars nunca se tocam?

Por que se você seguir o client, vai ter que seguir coisinhas e tudo e não ignorar esses processos, pois se ignorar estaria manipulando o seu jogo e influenciando de todos por que estaria usando ao seu favor mudando de argumentos só pra se sair melhor.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wilton
Pessoa Normal
Pessoa Normal
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Oliver Tristan Greenarrow
Vocação: Esquizofrênico

MensagemAssunto: Re: Um novo estilo de roleplay?   Seg Nov 18, 2013 10:17 pm

I
Kael escreveu:
Devo aceitar só porque é grande e bonitinho? Todos os anos de treino e luta do meu personagem não contam pra nada? Além do fato é claro de não ter nenhum tentar, e sim, ser um determinismo imposto que novamente, digo, só daria certo nas melhores das hipóteses, contra um amigo.
O poder do personagem não é determinado por suas habilidades descritivas, mas pela sua "bagagem", no sentido empregado pelo Isaac, ou mesmo pelo próprio Cláudio quando ele nos diz que
Paul Robinson escreveu:
Há muito tempo atrás, Paul Robinson e Corvolo sofriam brincadeiras da comunidade relativas à quantidade de fugas de pk bem sucedidas a quais eles eram submetidos. Não estou falando de pks fraquinhos não, to falando de personagens com level maior de 30, atacando um mago level 23. Mas ele deu seu jeito, triplicou o número de poções, abdicou da capacidade pra carregar alguma pilhagem pra colocar mais poções, mas isso fez ele correr de Carlin até Thais fugindo de assassinos, e isso que rende o nível de capacidade do personagem frente a comunidade.
No exemplo que utilizei, Azraeil se preparou para o embate, bem como buscou aumentar suas chances de sucesso através de uma arma sagrada. Tudo feito nos limites impostos pela interpretação, e provavelmente após o estabelecimento de acordos entre os jogadores envolvidos.

Kael escreveu:
Só daria certo nas melhores das hipóteses, contra um amigo.
De fato, só daria certo contra um amigo... ou pelo menos, contra um membro de uma comunidade de roleplayers. Faço minhas as palavras de Isaac:
zack746 escreveu:
Acho que num empasse uma conversa camarada não faz mal a ninguém, não é? E outra coisa que digo, perder as vezes é ganhar. Seu personagem é foda, tem milhares de habilidades, mas na hora o seu oponente pareceu mais digno? Você acha que ele interpretou bem? Deixe que ganhe! Ou Fuja!
II
Thomaz Wolfhund escreveu:
Hmmm, um problema que poderíamos ter seria das pessoas quererem seguir sua história e discordando de outros. Qual história é "superior" as outras, e deve ditar a coerência?
Uma vez que seja impossível estabelecer legitimamente um "mando de campo", estaremos em apuros, mas acredito que existam diversos elementos contextuais, tais como experiência (qualitativa) em interpretação, ou a presença de personagens coadjuvantes, que podem nos orientar de modo a garantir a vantagem de um dos envolvidos. Em todo caso, podemos recorrer ao extremo de considerar elementos quantitativos do jogo (nível, vocação, equipamentos, entre outros). Uma solução mais elegante a tais dilemas seria considerar a sugestão do Gilles:
Jailles escreveu:
Éramos mais abertos quando tínhamos personagens mais rasos e sem relações pessoais e históricas fortes.
Isto é, nos valer da liberdade criativa quando absolutamente necessário, em nome de algo maior do que o próprio personagem - a comunidade e a história por ela elaborada.

As demais questões foram devidamente esclarecidas pelos demais colegas. Então despeço-me.

Wilton.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Um novo estilo de roleplay?   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Um novo estilo de roleplay?
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 4 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: RPG Tibia :: Discussão geral-
Ir para: