InícioRPG TibiaRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Redefinição do universo tibiano

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Caio
Anticristo
Anticristo
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Guinor
Vocação: Conde de Senja

MensagemAssunto: Redefinição do universo tibiano   Ter Maio 20, 2014 7:33 pm

Redefinição do universo tibiano



Podemos dividir os roleplayers em duas vertentes principais: aqueles que, durante a interpretação, seguem o client como mestre (chamados aqui de clientistas, por falta de termo) e aqueles que se veem como mestres de sua própria interpretação (chamados aqui de libertistas).

Em resumo, esses dois grupos surgiram recentemente e vários debates se travaram desde então, sobre "quem está certo" e "o que fazer". Em nenhum dos debates houve um consenso, o que evidencia ainda mais a existência e a distância entre as duas ideologias.

Bom, aqui eu venho em nome dos libertistas começar um projeto de redefinição do universo tibiano. Nós acreditamos que o Tibia é muito mais profundo, detalhado e coerente do que a Cipsoft nos mostra, por isso queremos complementá-lo para uma melhor experiência de interpretação. É claro que isso traz problemas práticos, pois estamos extrapolando o que ocorre na tela do jogo e sobrecarregamos nossa imaginação - às vezes até preferimos interpretar por skype ou PM, para ficar mais fácil. No entanto, acreditamos que o prazer de ter uma história fundada num cenário rico é maior do que essa dificuldade.

Enfim, o objetivo desse tópico é fazer um brainstorm sobre como cada um vê o universo tibiano como ele deve ser em diversos tópicos: político, geológico, climático, histórico ou mesmo físico. No final disso, elaboramos um guia que explica detalhadamente o mundo como decidimos que ele é.

Assim eu convido vocês, roleplayers, a explicar com detalhes o Tibia como vocês veem. O reino de Thais é mais um feudalismo ou um absolutismo? Há quanto tempo Banor foi criado/Banor existiu? A religião sugerida pela Cipsoft é a única "verdadeira"? Qual a distância entre Thais e Venore? Como é a magia e como ela é vista nos quatro cantos do mundo? Neva em Thais durante o inverno? Quais guerras já foram travadas no solo tibiano? Como vocês chamam os inúmeros rios, serras e mares que estão espalhados pelo mundo? Qual calendário é usado em Tibia, e qual a taxa de envelhecimento de um personagem?

Não hesitem em se limitar a essas perguntas, elas são só exemplos. E isso aqui não é um debate, repito, é só um brainstorm.

Vou começar:

Citação :
Eu vejo o Tibia como um mundo muito maior do que ele parece ser: uma viagem entre Thais e Venore duraria 2 semanas de cavalo, por exemplo. E há muitas vilas, riachos e morros recheando os espaços vazios, sendo as vilas representadas (Fibula, Greenshore, Northport...) apenas as maiores delas.

Além disso, vejo Thais como um governo feudalista descentralizado, assim como Carlin. Penso que Venore é vassala de Thais, e em Venore governa um duque (ou doge, como os de Veneza, não o meme) que é eleito entre a aristocracia comerciante local. A independência venoriana é discutida, já tentaram pô-la em prática, mas hoje ela é só uma ideia. Ah, e creio que em Carlin a sociedade é matriarcal, e não igualitarista (por causa da grande quantidade de NPCs mulheres em relação aos homens); a rainha de Carlin compartilha o sangue do rei de Thais, o que já deve ter desencadeado várias guerras de sucessão que não levaram a nada.

Quanto ao calendário, eu realmente não sei qual utilizar, embora eu tenha visto uns livros na biblioteca do castelo de Thais que estavam datados em A.B. (after Banor). O tempo de duração de um ano "real" é de 2 semanas, como no calendário aliciano, e um ser humano em Tibia tem a mesma expectativa de vida de um ser humano real.

Nenhuma religião no Tibia pode ser chamada de "verdadeira", e cada religião tem sua esfera de influência que eu não sei explicar muito bem - nunca envolvi religião diretamente com meus personagens, por isso deixo essa questão em branco.

Questão do clima: Svagrond teria um clima similar à Suécia, Carlin e Ab'dendriel de Paris/Londres, Thais de Madri e Venore da Itália. Liberty Bay seria correspondente ao Caribe, Tiquanda à Manaus e Darashia/Ankramun ao Maghreb.

A magia, eu vejo como permitida em todo território tibiano, mas muito malvisto nas camadas populares.

Quanto à língua, acho justo dizer que há uma língua franca que é entendida em todo lugar (como o inglês hoje, ou o latim durante a idade média) e várias línguas regionais, não só representados pelo português, espanhol e polonês in-game, mas a verdadeiras línguas que são faladas só em Thais, só em Venore, só em Ab'dendriel. Acho interessante também fazer um paralelo com a idade média e dizer que, em Carlin e Venore, se fala a língua de Thais (assim como a nobreza inglesa falava francês em vez de inglês, e os vassalos do rei da França falavam francês em vez de occitano/picardo/normando/bretão/basco/...).
Voltar ao Topo Ir em baixo
Samuel
Administrador - Run! Run! Run!
Administrador - Run! Run! Run!
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Todos.
Vocação:

MensagemAssunto: Re: Redefinição do universo tibiano   Sex Maio 30, 2014 9:00 am

Pra mim, Tibia não é o único continente. O mapa que a Cipsoft mostra não é o todo o "mundo conhecido". Existem outros continentes por fora.

Quanto ao calendário eu meio que desisti de tentar seguir um padrão. Minhas personagens envelhecem quando eu acho que é a hora certa de elas envelhecerem.

Eu também imagino o continente muito maior do que ele é. Não consigo imaginar uma viagem de Thais pra Carlin em dez minutos, assim como não consigo imaginar alguém andar por Thais inteira em cinco minutos, por exemplo. Pra mim as coisas são BEM maiores e o que o client mostra é só uma demonstração, um plano de fundo pra uma coisa bem mais grandiosa.

Sobre as religiões:

Eu já tive VÁRIOS personagens que seguem religiões que eu mesmo criei. A Ice Society, por exemplo, acreditava nos deuses "comuns", mas os viam de uma maneira totalmente diferente. Pra eles o verdadeiro deus (onisciente, onipotente) era feito de gelo e não tinha nome. Já os Brantley acreditam no Kodrak, um deus que é vários deuses e nenhum deus ao mesmo tempo. Os Cirque acreditam em um deus de duas cabeças, etc, etc, etc.

Agora, se os deuses que eles acreditam são verdadeiros ou não, isso não importa muito. Os meus personagens acreditam no que eles acreditam e pra eles isso é mais que suficiente.



Existem muitos detalhes que deveriam ser discutidos com mais paciência. Vou acompanhar o tópico.

Voltar ao Topo Ir em baixo
zack746
CONTRIBUINTE - Manauara Cult
CONTRIBUINTE - Manauara Cult
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Isaac Guerreiro
Vocação: Conseguir fuder com a própria vida

MensagemAssunto: Re: Redefinição do universo tibiano   Ter Jun 03, 2014 1:31 am

Tibia, é uma um livro de RPG. Mas diferente dos livros de RPG normais neste aqui não há regras claras, e apenas um rascunho de como os autores do livro gostariam que fosse o mundo para outras pessoas.

Ou seja, com regras não tão claras e um rascunho do que seria o mundo você então se apropria da ideia que mais lhe agradar. Felizmente esse jogo deve ser jogado em grupo. Esse grupo pode simplesmente confiar na pessoa que está mestrando ou discutir juntos que regras podem ou não ser postas em práticas. A historia também fica a par de quem está mestrando em parceria com os jogadores.

O que acontece quando um jogador fora do grupo acaba por aparecer no jogo? Ele tem duas opções. Acatar a forma de jogo desse grupo e participar de forma harmônica ou não acatar e criar desarmonia, ate que finalmente haja cissão.

O que isso significa? Que qualquer detalhe do próprio tíbia pode ser modifica em favor da historia que está sendo contada. Tibia pode ser uma cidade organizada através de um estado monárquico ou caótica com um mercado clandestino controlada por uma minoria aristocrática. Tudo isso você constrói dentro do que você quiser.

Politico, economico, social... Todo o contexto pode ser mudado para o que melhor convir com sua historia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Caio
Anticristo
Anticristo
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Guinor
Vocação: Conde de Senja

MensagemAssunto: Re: Redefinição do universo tibiano   Ter Jun 03, 2014 9:39 am

@Isaac
O objetivo disso aqui é escrever mais um conjunto de regras, mas aconselhar todos a usá-lo para evitar que a gente tenha que empregar bom-senso no encontro de dois núcleos de roleplaying. Não estou forçando ninguém a seguir o que sair desse tópico, e nem estou olhando feio para que não for seguir; mas você tem que concordar que a interação entre grupos de regras diferentes sempre foi problemática.

O ideal é que daqui saiam regras que agradem a todos para que ninguém precise criar as suas próprias. No fim, teremos um universo cheio de culturas e história que possibilite a criação de qualquer tipo de quest.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Van
EQUIPE - Nessinha, o Ditador
EQUIPE - Nessinha, o Ditador
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Sven Langsverd
Vocação: Abominável homem das neves

MensagemAssunto: Re: Redefinição do universo tibiano   Ter Jun 03, 2014 1:15 pm

Mas então.
Pra mim o reino de Thais (como o de Carlin) é uma mescla de absolutismo com feudalismo. Existe o rei (que funciona mais ou menos como um senhor feudal) Tibianus, que é mais que um mero símbolo - A palavra dele é realmente lei pelas terras de Thais.

Existe uma divisão clara entre a servidão e a nobreza. A única diferença, nesse quesito, do feudalismo como conhecemos, é que o clero não está acima nesse caso. A igreja é uma organização independente e bem grande. Seus soldados, por exemplo, compõem a Santa Inquisição (que serve primeiro à igreja, não ao rei). Com todo esse investimento em material bélico e treinamento de soldados a igreja recebe tributo também do Estado. Parte dos impostos pagos pela população é revertida em mais doações à igreja, algo estabelecido pelo próprio rei.

Quanto às dimensões geográficas, concordo com tudo que o Caio falou. Principalmente quanto às distâncias das cidades.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Noah Su
Newbie
Newbie
avatar


MensagemAssunto: Re: Redefinição do universo tibiano   Dom Nov 16, 2014 3:48 pm

Oras, Thais é nojenta e suja. Todas aquelas ruas só servem de esconderijos para Assassinos e Ladões, não há como tecer elogios aquele império.

Se for para descrever um belo continente para fins de estudo, diria que a melhor opção para os aventureiros literários, é Darama.

O mais antigo continente conhecido pelo homem Tibiano, lá viveu o Profeta Daraman. Iluminou nossas mentes com a Verdade.
Além da cultura magnifica e mistérios antigos, o Continente de Darama é quase a metade do corpo de Tibia, as primeiras civilizações registradas pela história estão neste incrível continente.

A Exuberante Cidade de Ankrahmun, ver as piramides douradas reluzirem o Sol brilhante da manhã é ter certeza da genialidade dos antigos, edifícios piramidais monstruosos e intrigantes.
Lembro de caminhar pelas ruas preservadas e simetricamente ordenadas, como se o senhor do tempo não governasse nesta cidade, sempre antes de explorar seus mistérios repousava minha mente em duvidas tolas, como que aquela piramide conseguia ser tão enorme, andar em volta da maior delas, demorava cerda de 1 hora, era possível colocar dentro daquele monstro dois bairros Thaisianos.

Enfim, estou animado para ler os próximos relatos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Caio
Anticristo
Anticristo
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Guinor
Vocação: Conde de Senja

MensagemAssunto: Re: Redefinição do universo tibiano   Dom Nov 16, 2014 4:34 pm

Noah Su escreveu:
Oras, Thais é nojenta e suja. Todas aquelas ruas só servem de esconderijos para Assassinos e Ladões, não há como tecer elogios aquele império.

Se for para descrever um belo continente para fins de estudo, diria que a melhor opção para os aventureiros literários, é Darama.

O mais antigo continente conhecido pelo homem Tibiano, lá viveu o Profeta Daraman. Iluminou nossas mentes com a Verdade.
Além da cultura magnifica e mistérios antigos, o Continente de Darama é quase a metade do corpo de Tibia, as primeiras civilizações registradas pela história estão neste incrível continente.

A Exuberante Cidade de Ankrahmun, ver as piramides douradas reluzirem o Sol brilhante da manhã é ter certeza da genialidade dos antigos, edifícios piramidais monstruosos e intrigantes.
Lembro de caminhar pelas ruas preservadas e simetricamente ordenadas, como se o senhor do tempo não governasse nesta cidade, sempre antes de explorar seus mistérios repousava minha mente em duvidas tolas, como que aquela piramide conseguia ser tão enorme, andar em volta da maior delas, demorava cerda de 1 hora, era possível colocar dentro daquele monstro dois bairros Thaisianos.

Enfim, estou animado para ler os próximos relatos.

Eu também acho que nunca daremos atenção suficiente ao continente de Darama. Sem dúvida é o continente mais antigo do universo tibiano, e inclusive foi onde nasceu Banor.

Aqui vai um mapa antes do êxodo dos humanos, feito por Julien Brightside. Note o nível da civilização em Darama.

Spoiler:
 

Adicionalmente, quanto ao tópico, eu fiz há algum tempo o que eu imaginei que fosse o mapa político de Tibia. As fronteiras que eu pus são discutíveis.

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Van
EQUIPE - Nessinha, o Ditador
EQUIPE - Nessinha, o Ditador
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Sven Langsverd
Vocação: Abominável homem das neves

MensagemAssunto: Re: Redefinição do universo tibiano   Dom Nov 16, 2014 6:54 pm

A problemática de envolver Darama nas nossas histórias é o fato de ser inacessível a free account, mas eu gosto um bocado de lá.

Quanto ao fato de Thais ser suja, discordo. Tem distritos e distritos, desde o mercado popular, onde vai todo tipo de gente, até os cortiços em Alai, casas coladas na muralha e o bairro de nobres e burgueses, na parte nordeste da cidade.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Arkrotep
Esse cara deve floodar, só pode!
Esse cara deve floodar, só pode!
avatar


Ficha da Personagem
Personagem:
Vocação:

MensagemAssunto: Re: Redefinição do universo tibiano   Dom Nov 16, 2014 7:00 pm

Não muda a alta onda de crimes na cidade toda.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Caio
Anticristo
Anticristo
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Guinor
Vocação: Conde de Senja

MensagemAssunto: Re: Redefinição do universo tibiano   Dom Nov 16, 2014 7:03 pm

Sabem, eu andei lendo uns livros ultimamente e descobri que as cidades medievais eram mais seguras do que pensamos. A população que vivia dentro das muralhas se via como uma grande família (em oposição aos inimigos, que viviam fora dela), e a criminalidade era severamente punida.

Mas eu prefiro ver Thais como um lugar sujo e violento, mesmo assim.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Van
EQUIPE - Nessinha, o Ditador
EQUIPE - Nessinha, o Ditador
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Sven Langsverd
Vocação: Abominável homem das neves

MensagemAssunto: Re: Redefinição do universo tibiano   Dom Nov 16, 2014 7:52 pm

Caio, na maior parte da Europa era totalmente proibido transitar carregando qualquer tipo de arma, a não ser que se estivesse entrando ou saindo da cidade. Também era proibido andar à noite sem um lampião, o que nos mostra que não era muito fácil se esgueirar por aí.

Embora as facas fossem comuns, todo mundo andava com uma que usavam como talher/ferramenta/artifício pra tirar bosta de cavalo da bota
Voltar ao Topo Ir em baixo
Caio
Anticristo
Anticristo
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Guinor
Vocação: Conde de Senja

MensagemAssunto: Re: Redefinição do universo tibiano   Dom Nov 16, 2014 9:05 pm

Bom, até aí eu não sei qual é a sua fonte de informação. A Idade Média foi um período muito longo, e altamente heterogêneo geograficamente.

Mesmo quem era identificado com a violência, os nobres guerreiros, buscava segurança na fortaleza. Em relação ao mundo externo, a cidade era um polo de atração de segurança. O roubo nas cidades medievais eram muito mais severamente punidos do que são hoje.

Não sei por que levar essa discussão adiante, já que eu mesmo acho mais interessante retratar Thais como um lugar sujo e perigoso.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Van
EQUIPE - Nessinha, o Ditador
EQUIPE - Nessinha, o Ditador
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Sven Langsverd
Vocação: Abominável homem das neves

MensagemAssunto: Re: Redefinição do universo tibiano   Dom Nov 16, 2014 9:19 pm

Aí que tá, não dá pra generalizar. Thais tem áreas bem seguras onde só anda gente fina e rica.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kael
Pessoa Normal
Pessoa Normal
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Atrocidade
Vocação: Caçador de Borboletas

MensagemAssunto: Re: Redefinição do universo tibiano   Seg Nov 17, 2014 10:21 am

Estava demorando pro chato do cliente chegar. Chegou!

Estamos em Astera e Thais é, em termos gerais, segura sim. Sorte que temos os guardas1
Voltar ao Topo Ir em baixo
Noah Su
Newbie
Newbie
avatar


MensagemAssunto: Re: Redefinição do universo tibiano   Seg Nov 17, 2014 6:11 pm

Olha só Thais é um lixo, inclusive esse governo sujo e preconceituoso . Apesar das aventuras que encontramos por lá, prefiro mesmo a "calmaria" de Darama, entre aspas pois, ultimamente o tédio dominou essas terras.

Levantaram a questão dos free acc não serem aceitos em certos portos, sinceramente não vejo razão da proibição, deve ser obra daquele governo imperialista! Podíamos lutar por essa causa, certamente iriamos provocar certos magos antigos.

Mudando um pouco de assunto, mas sem fugir do tema. Acho interessante o debate sobre a alma do personagem, afinal quando morrem eles voltam para o portal, em minhas humildes pesquisas, e isso deve ser de conhecimento geral.

Oras só vejo uma opção, para responder "quem é o personagem?", nós mesmos.
Somos nós que damos vida ao personagem, para assim contribuir com o universo tibiano, então uma vez que você morre e continua a jogar com este personagem, só pode ser você mesmo o personagem.

Assim, a grande busca do personagem passa ser, " descobrir que é um ser humano", o que torna a ser um tanto inútil. Não faria sentido.

Por fim, a melhor opção para o Roleplayer é nunca morrer, ou si interpretar no jogo, correto?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Van
EQUIPE - Nessinha, o Ditador
EQUIPE - Nessinha, o Ditador
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Sven Langsverd
Vocação: Abominável homem das neves

MensagemAssunto: Re: Redefinição do universo tibiano   Ter Nov 18, 2014 5:50 pm

Noah, eu perticularmente prefiro simplesmente fechar os olhos para muitos aspectos do client. Acho simplesmente errado a morte ser algo banal, assim como a magia. Assim como Thais, pra mim, é muito maior do que no client. Mas é só o meu estilo mesmo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Caio
Anticristo
Anticristo
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Guinor
Vocação: Conde de Senja

MensagemAssunto: Re: Redefinição do universo tibiano   Ter Nov 18, 2014 6:11 pm

Complementando o que o cara de cima disse, a gente gosta do client do Tibia como plataforma de rpg, mas achamos que o que ele nos oferece no quesito rpg é no mínimo tosco. Por isso a necessidade do tópico: encontrar um consenso sobre como enxergar esse outro mundo, complementar ao Tibia.

Por exemplo, a questão da morte. No tibia morremos e ressussitamos como quem vai na padaria comprar pão. Se formos interpretar isso à risca, como o psicológico dos nossos personagens se comportaria? Tudo o que sabemos sobre o homem se baseia, direta ou indiretamente, no fato da morte ser um caminho sem volta. Por isso, alguns de nós aproximamos o Tibia ao real para que não tenhamos o trabalho de quebrar a cabeça para tentar se pôr na situação de um ser imortal, que por mais que morre, aparece sempre no templo de sua cidade, apenas um pouco mais fraco.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Will =]
Paga-pau do Titio Xela
Paga-pau do Titio Xela
avatar


Ficha da Personagem
Personagem: Turgon Arken
Vocação: Lenda

MensagemAssunto: Re: Redefinição do universo tibiano   Qua Dez 02, 2015 7:40 pm

acho bem complicado essa parte da morte, a client infelizmente não pode ser interpretado ao pé da letra como já vi alguns tentando fazer, é muito difícil tentar interpretar alguém que morre e fica mais fraco e reaparece em um templo, difícil pois, não sabemos como isso seria de verdade, a interpretação ao pé da letra é ridículo, nossas personagens nem sentam, nem se mexem para comer e esse tipo de coisa, por isso sempre preferi interpretar o mais real possível dentro do possível, por isso faço o possível para não morrer, pois meus personagens consideram a morte o fim mesmo, mas isso muito mais por uma questão de crença, tanto faz em que deus ou quais deuses acreditam, mas acreditam em algo que seguem, como por exemplo as cidades, tenho personagens que acham Thais um lugar sujo e nojento, uns que acham maravilhosa a cidade, e outros que consideram que tem parte boa e ruim, que é seguro ou não, depende da interpretação do char e não de nós, nós sabemos somente o que está escrito nas histórias, nossos chars sabem o que viveram!

Voltando para a morte, que é a pior parte interpretativa ao meu ver, meus personagens acham muito estranho que quando estão muito perto da morte a ponto de desmaiarem alguém os conseguem salvar, pois, sempre acordam no templo atordoados, ainda zonzos, com alguns pertences a menos, mas ainda bem que vivos...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Redefinição do universo tibiano   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Redefinição do universo tibiano
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» mitologia grega: o início
» forno flexa de ouro ou universo
» FORNO DE PIZZA - CIA VESUVIO

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: RPG Tibia :: Discussão geral-
Ir para: