InícioRPG TibiaRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 A Caçada aos Trolls

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Ras Fael
Newbie
Newbie



Ficha da Personagem
Personagem:
Vocação:

MensagemAssunto: A Caçada aos Trolls   Sab Dez 27, 2014 8:10 am

< suspiro >

Já contei para os senhores a história da Caça aos Trolls? Não?!

< fita cada aventureiro com um olhar divertido porém misterioso >

Ora, mas que infortúnio! Sem mais delongas, vamos ao que interessa:

< recosta-se sobre o tronco de uma árvore e, confortavelmente se ajeita >

Ainda era um cotoco de gente, não consigo lembrar a idade exata, mas não deveria ser mais forte que um lobo... Estava de passagem pela fortaleza conhecida por Dawnport, a caminho de Rookgaard, quando percebi, em seus habitantes, olhares angustiados e desesperançosos.

< com um barulho seco, limpa a garganta; um aventureiro desperta do sono com o barulho do pigarro >

Após alguns dias na ilha, veio a meu conhecimento que Trolls estavam saqueando e assassinando comerciantes e viajantes desavisados e desprotegidos de Dawnport, como eu.

< risos travessos >

Depois de garimpar algumas informações, pude perceber que os Trolls planejavam sitiar a fortaleza!

< começa a gesticular intensamente, quase dando uma "mãozada" no aventureiro mais próximo >

Lembro-me bem de Morris, o escolhido para chefiar as medidas de defesa da enorme fortaleza... Não consigo, no entanto, precisar sua idade mas vejo claramente seu chapéu preto de aba preta com bordas brancas... Ele me olhou e anunciou em alto e bom som:

< novamente limpa a garganta e, com cara de azedo, cospe no chão a sua frente >

"Estou precisando de voluntários em uma missão urgente de reconhecimento!" Claro que fui o primeiro a me apresentar, sem saber, no entanto, a real força de um Troll.

< seu olhar vaga pelos rostos mal iluminados dos aventureiros >

Ele me entregou uma adaga e um escudo de madeira com detalhes em ferro mas eu sequer tinha uma armadura própria...

< agora tinha assumido uma postura séria, como de quem trata de assuntos de vida e morte >

Morris tinha me explicado a missão: eu deveria descer as escadas para a entrada norte da fortaleza e atrair os monstros para a saída leste, onde outros guerreiros me encontrariam e juntos, travariamos a batalha por Dawnport. Bem simples.

< sorri vagamente >

Claro que nada ocorreu do jeito que esperávamos... Assim que desci pela escadaria, fui cercado por dois Trolls que aparentavam ser jovens ainda, mas ainda assim, uma ameaça real. Com golpes desajeitados, de início, fui conseguindo retalhar a moral das criaturas e levei uma delas à morte...

< lenvantara-se no meio da narrativa e a medida que a contava, ia, com sua espada desembainhada, cortando o ar como teria feito com os Trolls >

... ao desferir um golpe que penetrou sua barriga profundamente. O outro Troll conseguiu fugir. A medida que adentrava os campos de mato alto que circundam Dawnport, conseguia sentir os olhares de cada troll a me analisar, cochichando um com o outro o melhor meio de me matar.
Assim que parei de andar e me virei para analisar o lugar em que me encontrava, barulhos terríveis foram emitidos por todos os lados; eu estava cercado.
Aquele barulho era um grito, um grito de guerra.
Achei que fosse meu fim...

< com o pé, empurra a perna de outro aventureiro que tinha deitado e se acomodado para dormir >

... veio o primeiro monstro, e com uma agilidade inesperada até mesmo para mim, fui desviando de cada investida, e a cada ataque deles, eu reagia; hora cortando, hora perfurando, hora desmembrando, cada uma das criaturas.

< estava em posição de luta, apontando com o dedo para o nada como se fosse a espada em punho >

Após alguns minutos de luta, os Trolls recuaram e pude perceber que eles estavam armados e protegidos! Cada um dos três trolls que consegui matar nesse embate, deixou de presente para mim alguns equipamentos que na realidade, eram inúteis pois não sou um troll, como podem ver.

< ri fortemente, quase chegando a gargalhar com as mão na cintura >

Deveria ter voltado à fortaleza, pedido ajuda, mas na hora só o que me passava na cabeça era a sede de vingança... Tinham me atacado covardemente e eu tinha sobrevivido... Bem que dizem que os Trolls da Montanha são mais burros e fracos do que seus primos do continente...
Eu tinha jurado vingança contra eles.

< pose dramática >

Nem bem descansei do segundo embate quando um paladino, que nunca soube o nome se aproximou dizendo que tinha visto tudo de dentro da fortaleza e tinha se apressado ao máximo para me ajudar. Ele aparentava ser mais novo do que eu mas acho que isso é um fato irrelevante para a minha história.

< faz um movimento desleixado com as mãos, senta-se novamente, pega seu copo de cerveja e bebe um gole grande >

Enfim, em pouco tempo eu e meu mais novo companheiro estávamos rastreando os Trolls que haviam fugido de minha lâmina e estávamos confiantes de que os acharíamos...

< levanta o copo como se fosse brindar a má sorte com um Fantasma ou Espectro >

... e nós os achamos. Eram mais de quinze criaturas! Antes mesmo de me preparar para o combate, já passavam, certeiras e mortais, flechas pelos meus ouvidos, disparadas por meu companheiro. Vi dois dos monstros tombarem antes mesmo de chegarem perto de mim.
Agora não mais prestava atenção no que rodeava meu companheiro, a chama da vingança em meu corpo estava acesa, uma sede por sangue e um sentimento de justiça invadiam meu pensamento e eu só pensava em proteger-me com o escudo e cortar os membros inferiores dos trolls, para tirar deles, a capacidade de correr e assim, ser mais fácil matar-los... Assim que desferi o golpe mortal no primeiro Troll do terceiro embate, vi uma espada curta cair de suas mãos e logo a peguei, colocando a minha adaga na bainha...

< demonstra com grande habilidade a rapidez e a destreza de tal movimento, mas com uma adaga que somente ele enxergava >

O embate foi prolongando e senti que chegavam mais e mais trolls para nos cercar... Não sei quanto tempo se passou, só sei que quando percebi, atacava o ar, de olhos fechados e com meu corpo banhado em sangue espesso e cor-de-vinho; sangue de troll. Se estava ferido não sentia, não percebia... Olhei para os lados e vi corpos e mais corpos de trolls: degolados, decapitados, desmebrados, cortados, estraçalhados... Reunindo a pouca força que me restava, catei algumas espadas, escudos, elmos e até armaduras leves, para levar de volta a fortaleza a fim de equipar mais aventureiros.
Achei um arco e só então percebi que meu companheiro de luta estava entre os mortos...

< olha para o nada >

... Até hoje tenho em minha cabeça a imagem dos vários trolls com flechas espetadas por todo o corpo e aquele valente paladino sem os braços, com o torso ensanguentado e a cabeça parcialmente esmagada pela força dos golpes dos trolls...
Éramos dois, matamos vinte e três.
Não sei como saí vivo de lá, e quando voltei a Dawnport, fui recebido por Morris e alguns outros aventureiros com se fosse um herói. Haviam dado-me como morto.

< apoia a caneca no joelho dobrado, e analisa pacientemente, com um sorriso indecifrável no rosto, suas botas gastas; estava revivendo o passado de olhos abertos >

Naqueles dias em que passei na fortaleza, matei vinte e cinco Trolls com minha lâmina, mas tenho certeza de que meu feito não foi o suficiente para apaziguar os ânimos alheios... Acho que somente piorei a situação dos habitantes de Dawnport... De qualquer jeito... Muito tempo se passou desde o ocorrido...

Mas é isso, companheiros, essa foi minha primeira caçada, minha primeira batalha... Acho que vou dormir agora, precisamos voltar para casa, não aguento mais dormir sob o céu das Planícies do Caos... Fiquem de olho nas Aranhas Gigantes.

< sem vontade, levanta a caneca no ar e brinda o vento... encolhe-se na raiz em que se encontrava apoiado e, deixando os dedos entrelaçados repousados sobre o estômago, fecha os olhos e cai no sono, acompanhado por mais dois aventureiros >

Que os Cavaleiros dos Pesadelos nos guiem pelo mundo dos sonhos... E que Uman nos proteja...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tails
Membro
Membro



Ficha da Personagem
Personagem: Minotaur Tuckz
Vocação: Bêbado Profissional

MensagemAssunto: Re: A Caçada aos Trolls   Dom Jan 11, 2015 12:41 pm

É tão bom ver gente que tem um roleplay decente aparecendo. Cara, vc ainda joga? Quer jogar junto? Eu topo voltar a jogar, se vc também fizer isso
Voltar ao Topo Ir em baixo
Zeis
Newbie
Newbie
avatar


Ficha da Personagem
Personagem:
Vocação:

MensagemAssunto: Re: A Caçada aos Trolls   Seg Jan 12, 2015 3:13 pm

Volta e meia entro aqui pra ver se tem algo novo, e hoje tive a oportunidade de ler essa história. Ficou show de bola Ras Fael.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: A Caçada aos Trolls   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A Caçada aos Trolls
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: OFF-TOPIC :: Histórias-
Ir para: